A empresária dos Emiratos Árabes, Hassa Jamal Al-Ghurair, confia na ARRAM para a gestão do possível projeto de uma refinaria de açúcar em Mérida, com um investimento de 400 milhões

A refinaria ocuparia uma área de 59,3 hectares no polígono industrial Expacio Mérida e a sua capacidade de transformação poderia atingir os 5,4 milhões de toneladas de beterraba ao ano, gerando 200 empregos diretos.

A empresária dos Emiratos Árabes Hassa Jamal Al-Ghurair, filha de Jamal Majid Al-Ghurair, fundador e diretor geral da Al-Khaleej Sugar, a maior refinaria de açúcar do mundo localizada no Dubai, está a estudar a possibilidade de construção de uma refinaria para a produção de açúcar de beterraba nas imediações da cidade de Mérida. Assim, encomendou à ARRAM Consultores o procedimento administrativo para obter as autorizações necessárias, sendo este processo iniciado pelo pedido de autorização ambiental integrada publicada no Diário Oficial da Extremadura (DOE).

 

Al-Khaleej Sugar, a maior refinaria de açúcar do mundo, que se encontra localizada no Dubai e que produz, todos os anos, mais de 1,5 milhões de toneladas de açúcar. A Al Khaleej Sugar deseja ampliar o seu negócio na Europa estando a pensar em dois países para se instalar. Um deles é Espanha; o outro, o Reino Unido. Se optar por Espanha, a sua localização seria o parque de desenvolvimento industrial Expacio Mérida, junto à A-66 e a uns cinco quilómetros da capital da Extremadura. Uma localização estratégica.